A ayahuasca e eu

Portuguese · June 4th, 2021 · 0 corrections · 370 words · 3 min read

Sim, tenho um lado espiritual como todos, digamos um pouco reservado mas é bem real. Também sou uma pessoa cética. Não acredito no que os demais digam só porque parece fazer sentido no momento. A vida forja-se de relações humanas e dentro de cada ser humano esconde-se peças de bom e mau que vem de si mesmo e dos demais.

Sou cético porque não são todas as mentiras que dizes que venham de ti mesmo. Podes acreditar no ignorante o alguém que te mentes e transmitir-me essa informação em toda boa intenção. O ceticismo é uma forma de protecção psicológica.

Então um dia decidi acompanhar a minha namorada em Amazónia para provar uma droga chamada ayahuasca. Para mim, no inicio, era simplesmente uma droga vendida aos crentes cegos que queria fortes sensações. Então, já que a minha namorada acreditava muito no aspecto espiritual disso, decidi de suportar-a nisso afim de que nada de ruim aconteça com ela.

Quando provei a ayahuasca por primeira vez, eu percebi que ainda se não é para mim a representação das respostas do além, era para mim uma porta para os pensamentos adormecidos do cérebro humano. Uma possibilidade real de enfrentar sem filtro, o fluxo de bom e mau que acumulaste desde o inicio da tua vida. Mais frequentemente do normal, no nível subconsciente.

Não sabemos o que há depois da morte. Não sabemos o que a vida é realmente. Então porque pretender saber o que é, mentir-se, ir em frente com ideias que venham possivelmente da outra pessoa e ainda se interiormente achas que venha de ti, não tens nada além das tuas crenças profundas para assegurar-te que essas ideias vem bem de ti mesmo.

Teu corpo fala-te e está influenciado pela energia da tua comitiva, mas não é tu. Tu corpo não é tu. Ele vem da terra, da pó do passado e das verdades e mentiras de nossos ancestrais, então em que podes acreditar realmente?

A ayahuasca oferece uma tempestade de perguntas aos quais não deves responder. Só tens que ser consciente para ficar ti mesmo.


Leave a Reply


More from this author

0

corrections

0

comments

Bem, não sei o que escrever hoje. Às vezes ocorre, não? Do outro lado, ontem falhei o meu primeiro dia de jejum, mas não me preocupo por isso, já que vou fazer simplesmente mais que posso, e aí está! Ainda consegui vinte-e-três horas de jejum consecutivos, não é mau. A parte disso, é a sexta-feira e tirei […]

Portuguese
Intermediate

0

corrections

0

comments

Tinha como objetivo de escrever todos os dias durante um mês para ver como isso me ajudaria com o aprendizagem da língua Portuguesa, e posso dizer que consegui uma velocidade e integrei várias palavras e expressões. Continuarei com este método por os próximos cinco meses talvez, e depois volverei ao italiano para chegá-lo a um […]

Portuguese
Intermediate

0

corrections

0

comments

Amanhã começo um jejum que espero, demorará ao menos três dias. Tentarei fazer o máximo que o meu corpo me permite, mas se consigo fazer duas semanas, não terei que provar nada mais a mim mesmo. Quando alguém faz um jejum, existem alguns problemas que possam prejudicar aos esforços que invistam para conseguir este objetivo. […]

Portuguese
Intermediate